3 Passos Para Criar Uma Lista de E-mails do Zero

3 Passos Para Criar Uma Lista de E-mails do Zero

Ter uma lista de e-mails bem elaborada e organizada é o primeiro passo para realizar diversos tipos de ações em sua empresa. Porém, criá-la para começar essas novas práticas pode ser uma tarefa trabalhosa, ainda mais se você não tiver contatos já registrados, pois precisará captá-los.

Neste artigo, daremos algumas dicas para que você possa fazer esse processo e ter uma lista eficiente e clara, pronta para te ajudar em todas as suas empreitadas com seus clientes. Confira!

1. Comece sua lista de e-mails pela captação

Fazer a coleta de informações para criar uma lista de e-mails é um trabalho que deve ser recorrente, pois é assim que você, além de preenchê-la, gerará leads e novos prospects para sua empresa.

Existem diversas maneiras de trabalhar essa captação, mas as principais envolvem de fato a ação de inserção de informações por parte do usuário. Nesse ponto, destacam-se os formulários, cuja criação e aplicação às páginas é feita por meio de ferramentas de marketing digital.

Eles podem ser inseridos em landing pages, por exemplo, para que seja feito o download de algum conteúdo ou obtidos cupons de desconto e brindes exclusivos. Outra opção é colocá-los no próprio site, em forma de popups.

O melhor é que isso pode ser feito até mesmo antes de o seu site estar totalmente pronto. Quem nunca acessou uma página em construção com uma lacuna em que você deveria inserir seu e-mail para “saber mais” no futuro?

Entretanto, é importante que haja benefícios para o usuário, caso contrário ele não se interessará em dar o e-mail a você, e seu mailing list ficará defasado.

2. Segmente os contatos

Por meio das ferramentas de marketing, é possível ter conhecimento a respeito de qual foi o conteúdo ou página no qual o lead converteu. A partir disso, você poderá segmentá-los por etapas de funil de compras, por exemplo (topo, meio e fundo).

Assim, há a chance de ter um contato mais efetivo, pois você saberá quais ainda precisam ser nutridos com mais atenção e quais já podem, até mesmo, receber um contato mais direto do comercial de sua empresa para uma possível compra.

3. Valide as informações

Validar as informações da sua lista de e-mails é crucial para não fazer envios incorretos. Isso porque além de uma atitude dessas fazer com que você não atinja o contato como gostaria, ainda pode acabar “queimando” seu IP.

Se isso ocorrer, os seus envios podem começar a ser compreendidos como SPAM, e sua taxa de entregabilidade cairá.

Para solucionar isso, você pode usar uma solução de validação de dados on-line, integrada diretamente ao sistema de sua empresa!

Gostou de saber mais sobre como criar uma lista de e-mails? Aproveite e veja mais artigos aqui no blog da TargetData.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *