Relacionamento Com Clientes — Como Utilizar Dados Para Melhorá-lo

Relacionamento Com Clientes — Como Utilizar Dados Para Melhorá-lo

O relacionamento com os clientes é um dos pontos mais importantes do sucesso de sua empresa. Saber como utilizar dados para melhorar isso pode ampliar ainda mais as suas possibilidades de aproximação, inclusive para novos consumidores.

Estar presente na vida de seu cliente é essencial para garantir o relacionamento, mas tudo deve ser feito com cautela, e usar dados para isso é imprescindível.

Como utilizar dados para melhorar o seu relacionamento com os clientes?

O primeiro ponto a se considerar quando o assunto é o relacionamento entre empresa e cliente é o fato de que ele é baseado em consistência e frequência. Ou seja, ao mesmo tempo em que você precisa ser assertivo e impactante, também não pode deixar de estar ao lado do consumidor desde o período de pós-venda.

Para isso, é muito bom ter noção de como utilizar dados e aproveitar sua base para garantir um contato de qualidade e manter o cliente sempre em seu radar para possíveis novas vendas.

Lembranças em datas importantes

Existem três informações que você precisa ter em sua base de dados: um número de telefone, a data de nascimento e o e-mail de seu cliente. Com esses três detalhes você já pode, por exemplo, entrar em contato com ele no dia do aniversário e oferecer descontos ou outros produtos!

É comum que isso seja feito por e-mail. Porém é fato que algo mais pessoal, como uma mensagem por WhatsApp ou até uma ligação, pode ser efetivo também (vale estudar para conhecer o perfil de seu cliente antes de decidir).

Para isso, entretanto, você precisa ter dados corretos e uma base sólida, que você pode começar a construir contratando um serviço de higienização e enriquecimento de informações cadastrais.

Oferecer o produto certo

Quando um cliente efetiva uma compra, manter um registro daquilo que ele comprou junto às informações pessoais pode ser uma ótima maneira de como utilizar dados, que também garantirá mais vendas no futuro.

Suponha que alguns meses após a compra de um produto, você envie uma mensagem ou e-mail oferecendo algo relacionado que pode ajudar ainda mais, como uma secadora após o cliente ter comprado uma lava-roupas, por exemplo. Sem esses dados, talvez você corresse o risco de oferecer um telefone ou uma televisão.

Ele ficará feliz por você oferecer algo que, de fato, faz sentido com a vida dele, e a chance de ele comprar, se se sentiu satisfeito com o primeiro produto, será grande. Principalmente se suas estratégias de vendas estão alinhadas ao marketing, pois aí será possível acertar o melhor momento de compra e ter ainda mais assertividade na oferta!

Agora que você entende mais sobre a utilização dos dados para manter um relacionamento saudável com seu cliente, confira mais dicas sobre o assunto no blog da TargetData!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *