Como Montar uma Ficha de Cadastro de Clientes?

Como Montar uma Ficha de Cadastro de Clientes?

A ficha de cadastro de clientes é o ponto de início para obter dados a respeito dos consumidores. O principal desse documento são as informações que devem ser preenchidas, pois elas precisam contemplar o que é necessário para o uso posterior dos dados.

Neste artigo, mostraremos alguns detalhes sobre esse documento e também daremos dicas para que você o desenvolva da melhor maneira possível. Confira!

Como criar sua ficha de cadastro de clientes?

Para criar a ficha de cadastro de clientes do seu negócio, seja pela primeira vez ou como uma reformulação do documento, é muito importante dar atenção a certos pontos. Veja abaixo:

Atente-se ao sistema utilizado

Leve sempre em consideração, antes de formular sua ficha de cadastro, se já utiliza um sistema de organização e administração de dados.

Isso porque você já deve se planejar para criar o documento de maneira que o formato seja aceito pelo sistema, principalmente se houver alguma forma de inserção automática dos dados na plataforma.

Caso contrário, você pode criá-lo da maneira que achar mais conveniente, de acordo com a usabilidade e necessidades da equipe.

Pense nos dados a serem cobrados

Existem informações básicas que não podem faltar na hora de criar uma ficha de cadastro de clientes. São elas:

  • nome;
  • e-mail;
  • endereço;
  • telefone;
  • data de nascimento;
  • CPF;
  • sexo.

Entretanto, há casos específicos em que alguns dados podem ser coletados, como por exemplo para aqueles que sejam ligados ao nicho do negócio ou ao próprio fluxo de vendas da empresa.

No caso de uma loja de roupas, por exemplo, você já pode solicitar as informações relacionadas ao tamanho das peças que o cliente utiliza (mas deixe isso como um opcional), para que possa fazer ações de vendas mais efetivas e direcionadas.

Padronize a inserção das entradas

Para facilitar a busca por certas informações e, é claro, manter a sua base organizada — até mesmo a fim de simplificar um possível tratamento de dados no futuro —, é importante padronizar a maneira como tudo é inserido na ficha.

Por exemplo, não permita que uma parte dos telefones tenha o DDD entre parênteses e a outra, não, ou que alguns CPFs tenham seus blocos divididos por traços e outros por pontos. Toda e qualquer atualização deve ser feita sempre seguindo o padrão!

Além disso, também é uma boa ideia numerar os clientes, assim você facilita uma possível contagem e a localização dos consumidores na lista.

Gostou das dicas para fazer a sua ficha de cadastro de clientes? Confira mais artigos sobre o tema no blog da TargetData!